Fim da Teologia da Prosperidade em Igrejas

Pastores Americanos Querem o Fim da Teologia da Prosperidade em Igrejas

Um grupo de pastores negros está pensando em estratégias para difundir os verdadeiros ensinamentos bíblicos e anular o que é ensinado pelos pregadores do evangelho da prosperidade, que se proliferaram em muitas igrejas de negros. Lance Lewis, pastor da Christ Fellowship na Filadélfia, diz que “O evangelho da saúde e da riqueza é uma ameaça tão grande para a igreja histórica negra como o liberalismo teológico foi para a igreja evangélica no início do século 20”,  informou a revista americana Faith. Para o balanço do século 20 a igreja histórica negra, enquanto não reformada corretamente, defendeu as principais doutrinas da fé ortodoxa, disse ele em uma carta aos líderes da Igreja Presbiteriana na América. No entanto, no final do século passado, o evangelho da prosperidade (que, em suas diversas formas, sempre à espreita, está perto da igreja negra) esteve cada vez mais próximo de se tornar a teologia central acreditada e praticada pela igreja negra. As igrejas em que crescemos agora estão doutrinando esta forma destrutiva de heresia, disse Lewis, cuja igreja é apresentada como multiétnica.

Lewis está entre um grupo de pastores da Conferência de Pastores Africanos (cuja sigla em inglês é APC) que estão se preparando para receber um evento chamado Revival 2K10.

Os organizadores da conferência a ser realizada do dia 4 a 6 de Junho, em Baltimore, estado de Mary- land, nos USA, planejam lançar um movimento para combater a, segundo eles, heresia do evangelho da prosperidade. O objetivo deste evento é o impacto da igreja negra e com a comunidade negra histórica, o cristianismo redentor, que é biblicamente fundamentado, dirigido e centrado em Cristo, explicou Lewis. O evangelho da prospe- ridade é uma teologia muito criticada, que ensina que a riqueza e a boa saúde são um sinal da bênção de Deus. Nos últimos anos, um número de líderes cristãos negros saiu em oposição ao ensino e expressou preocupação entre as igrejas afro-americanas.

O doutor Robert M. Franklin, negro e presidente da Morehouse University em Atlanta (EUA), escreveu que o evangelho da prosperidade era a maior ameaça às igrejas negras. A maior organização americana da igreja africana, com 7,5 milhões de membros na Convenção Batista Nacional, denunciou o ensino da Teologia da Prosperidade, observando sua popularidade na África. Lewis disse que Nosso desejo não é causar nenhum tipo de separação. Só esperamos ver a obra de Deus entre os nossos povos, que como sabemos, teve pouca exposição à teologia bíblica reformada há mais de 150 anos.

Fonte: http://www.pca-mna.org/africanamerican/revival2k10.php

Um comentário sobre “Fim da Teologia da Prosperidade em Igrejas

  1. Post muito bom… estou conhecendo a Palavra agora, apesar de já ter sido Espírita e Católico, e estou fazendo um blog sobre a minha experiencia.
    Vou seguir seu blog,
    Abraços!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s