Filhos…

Filhos cada um dos descendentes do sexo masculino ou feminino em relação a seus genitores, ou pessoa que descende, que se origina de determinada família ou grupo social.

Os descendentes são os filhos, netos, bisnetos etc de uma família, as gerações futuras de uma raça ou povo; posteridade, o conjunto de pessoas que constituem uma descendência, que possuem um ancestral comum.

Herança, não é apenas o aspecto financeiro e patrimonial, mas principalmente todo o legado de crenças, conhecimento, técnicas, costumes, tradições, que vai sendo transmitido por um grupo social de geração para geração, como também o que foi transmitido pelos pais, pelas gerações anteriores, por predecessores.

Uma das facetas do caráter de Deus é a paternidade. Deus é Pai. Na criação de todas as coisas, no sexto dia disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Posteriormente foram chamados filhos de Deus.

O cuidado de Deus para com os filhos é observado em diversas oportunidades na Palavra de Deus. O Senhor Deus transmite instruções aos filhos e aos pais, pois sendo a paternidade uma faceta do seu caráter, Deus tem prazer na família. Vejamos alguns desses relatos:

“VÓS, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra. E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor”.
“Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre o seu galardão”.
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

Outra faceta do caráter de Deus é a Justiça. Deus é o justo juiz.
“NÃO julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós”.
“Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo de CRISTO”.

Nesses últimos meses, em que temos visto diversas famílias, serem despedaçadas por injustiças, fatalidades, desgraças e ataques desumanos. Sejamos verdadeiros cristãos dedicando uma porção diária em oração a Deus, buscando o socorro, o consolo, a misericórdia e a compaixão para as famílias, a sociedade brasileira e para nós mesmos.

Medite e ore pelas inúmeras famílias que já passaram ou estão passando por situações semelhantes às de…
João Helio (arrastado pelas ruas do Rio de Janeiro)
Suzane von Richthofen (planejou e executou os pais em São Paulo)
Bebê jogado no rio Arruda (Contagem, Minas Gerais)
Adolescente que matou a avó para roubar (Baixada Fluminense, Rio de Janeiro)
Menina torturada (Goiás)
Menina Isabella (jogada do sexto andar de um prédio em São Paulo)
E aquele caso que você conhece…
Ore, clame, busque a Deus por essas famílias e por toda a humanidade.

Paz seja convosco.

Pr. Wlademir
ADBR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s