Salmo 119:97

Oh! quanto amo a tua lei! É a minha meditação em todo o dia.

Nos últimos dias lemos alguns versículos do capítulo 20 de Êxodo, em especial os que tratam dos Dez Mandamentos. Em um dos comentários informamos que a Palavra de Deus é uma “cerca” protetora que nos mantém longe do perigo. Os Dez Mandamentos são, na verdade, uma carta de amor sincera de Deus para o seu povo. Uma cerca? Sim, também isso. Mas ouça, por um momento, o entusiasmo e a paixão na voz do salmista ao descrever sua experiência com os mandamentos da Palavra de Deus:

Meditarei nos teus preceitos, e terei respeito aos teus caminhos.
Recrear-me-ei nos teus estatutos; não me esquecerei da tua palavra.
A minha alma está quebrantada de desejar os teus juízos em todo o tempo.
Também os teus testemunhos são o meu prazer e os meus conselheiros.
Correrei pelo caminho dos teus mandamentos, quando dilatares o meu coração.
Faze-me andar na vereda dos teus mandamentos, porque nela tenho prazer.
Melhor é para mim a lei da tua boca do que milhares de ouro ou prata.
(Salmo 119)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s